RCC Pernambuco
Notícias do Movimento
 
 
14
Jul
Homilia Missa de Abertura com Dom Bernardino Marchió (D. Dino), Bispo de Caruaru.
Homilia Missa de Abertura com Dom Bernardino Marchió (D. Dino), Bispo de Caruaru.

Iniciando este Congresso, esta festa dos 50 anos da RCC, nós celebramos a missa em honra ao Espírito santo. Justo e necessário, porque parece que o Espírito Santo estava um “pouco esquecido” na história da igreja. E então, um dia lá nos Estados Unidos, numa universidade, um grupo de jovens que tinham se encontrado para rezar, fizeram uma experiência especial da presença do Espírito Santo. O papa Bento XVI, quando ainda era cardeal, Joseph Ratzinger, em 1998 teve em Roma, era uma grande festa de pentecostes com o papa João Paulo II e antes do dia da celebração deste grande evento, na festa de pentecostes,  o Cardeal Joseph Ratzinger,  participou de uma reunião de líderes da RCC do mundo inteiro e disse para eles: “o Espírito Santo, a certo ponto da história, pediu licença para entrar novamente na história da igreja para renovar e animar esta igreja”.


O Espírito santo pediu licença e entrou. Também, neste congresso, devemos fazer esta experiência de deixar entrar o Espirito Santo em nossas vidas e na história da igreja.


As leituras de hoje, sobretudo, os Atos do apóstolos, nos conta como iniciou a igreja. Os apóstolos eram homens medrosos, mas de repente, graças também a presença de Maria entre eles, foram tocados pela presença do Espírito Santo e a Igreja começou a se organizar, e o Espírito Santo enviou missionários para o mundo inteiro. Não só padres, mas leigos, leigas e religiosos, e o Espírito Santo fez com que a igreja se organizasse(as comunidades, depois se tornaram  paróquias e dioceses).


Quando esta fazendo esta leitura, o início da história da igreja, eu me lembrei também que nem me apresentei, por isso quero falar um pouco da minha história… Aos 11 anos entrei no seminário, depois me tornei padre, fui enviado a Palmares/PE em 1975, depois de 16 anos em Palmares/PE, o Espírito Santo tinha outros projetos para minha vida. Então, o Papa, João Paulo II, me nomeou Bispo e me enviou para Pesqueira/PE, depois para Caruaru/PE e depois me manda também para Nazaré/PE. Mas o que que fiz durante esse tempo? Nenhum milagre, eu apenas me deixei conduzir pelo Espírito Santo.


E porque contei esse breve relato da minha história, para que compreendam aquilo que diz os evangelhos, São Paulo e os Atos, é o Espírito Santo que conduz  a gente. Eu nunca fiz cálculos para ser bispo, não pensava naquela época ser um bispo, mas hoje sou feliz sendo bispo e faço aquilo que um bispo tem que fazer, não sei se o faço bem, mas,  bem ou mal, eu tento. E já faz 26 anos que sou bispo, quem diria que aquele matutinho lá do sítio estaria aqui... Mas é assim, Deus pode chamar você por estes dias, para fazer da sua vida um dom para os outros, para servir, para fazer o bem.  


É bonito ver vocês cantando e levantando os braços, não tenho absolutamente nada a reclamar, mas se vocês ficassem somente nisso e ao chegar no trabalho de vocês se comportassem iguais aos corruptos do mundo todo… Devemos deixar que o Espírito Santo nos conduza para que possamos fazer o bem, amar, servir.  Uma das características do verdadeiro cristão santo, é o amor aos pobres, as pessoas mais abandonadas. “Nisto conhecerão que são meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. (cf. Jo 13,35)


E o amor sempre nos levam aquelas situações mais difíceis, eu conheço muitas atividades que a RCC e as novas comunidades desenvolvem em favor dos drogados, dos meninos de rua, etc…e porque quem tem o Espírito Santo são empurrados para fazer o bem, para servir. E quero terminar com o Santo de hoje, São Camilo de Lellis, ele cuidou dos doentes. Pode acontecer que, para aqueles que não conhecem a igreja, digam que a igreja só fala, mas não faz nada. Então é bom celebrar, rezar, cantar,  mas não basta. Tem que servir, tem que amar, tem que olhar para os mais pobres, esta é a igreja que Jesus quer e os apóstolos fizeram onde chegaram, eles sempre levavam o amor de Cristo. Porque o Espírito Santo na Igreja quer que o amor se alastre por todo os lugares, quer que a igreja seja lugar de fraternidade de paz e serviço.


Bom encontro, sejam como São Camilo de Lellis, sejam como os apóstolos, se deixem guiar pelo Espírito Santo.




Compartilhe está Notícia
Indique a um amigo
 
 

Copyright © 2019 RCC Pernambuco. Todos os direitos reservados.