RCC Pernambuco
Notícias do Movimento
 
 
01
Abr
O nosso compromisso é com a verdade
O nosso compromisso é com a verdade

Existem milhares de desculpas para se mentir e não sentir culpa. Mente-se em nome do amor, amizade, mentira branca, mentira por gentileza, mentiras escandalosas, mentiras divertidas, as pegadinhas... Há quem diga que não mente, apenas manipula uma “realidade”. Há, ainda, os subprodutos da mentira: silêncio conivente, a meia verdade e até a meia mentira (também chamada de mentira social ou de conveniência), e de mentirinhas a lista é enorme.

E para a mentira ser homenageada, e não trazer sentimento de culpa ou vergonha, temos o DIA DA MENTIRA, onde apregoa-se que nesse dia pode-se mentir à vontade.

Estamos falando do dia 1° de Abril. Atualmente, os trotes e as brincadeiras que caracterizam esse dia não são vistos mais com tanta frequência. Motivo? Os fatores sociais, como por exemplo, o excesso de trabalho e as preocupações diárias, principalmente nos grandes centros urbanos industrializados, onde o corre corre do dia-a-dia não dispensa tempo para tais brincadeiras.
Passar trotes e mentiras neste dia é um costume comemorado em todo mundo. Nos Estados Unidos, esse dia é conhecido como April Fools Day; na França, Pisson d’ Avril; e em Portugal, O Dia dos Enganos.

No entanto, a Bíblia declara que um abismo chama outro abismo (Sl 42,7). Seguindo esse raciocínio, podemos dizer que uma mentira atrai outra mentira. Encontramos, na Palavra de Deus, a mentira assim descrita: “Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e é o pai da mentira.”  - João – 8,44; “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo”. Êxodo 20,16; “O que usa de fraude não habitará em minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos.” Salmo 101,7; “Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite.” Provérbios 12,22; “Pelo que deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo, pois somos membros uns dos outros”. Efésios 4,25; “Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do homem velho com os seus feitos, e vos vestistes do novo, que se renova para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;”; Colossenses 3,9-10; “Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.” Tiago 3,14 e, por fim: “Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.” Apocalipse 22,15.


O livro de Eclesiástico 7,14 nos adverte: “Cuida-te para não dizeres mentira alguma, pois o costume de mentir é coisa má”. Na comodidade de pequeninas mentiras, há aqueles que tem como padroeiro “São Pinóquio”. Jesus já dizia que a verdade nos libertará (Gl 5,1). Portanto, a mentira nos aprisiona. Não importa com quais intenções ela se apresente, a falta de verdade é sempre uma mentira, e a mentira tem um pai só: o inimigo de Deus.


Portanto, a designação de “Dia da Mentira” não deve ser considerada um estímulo ao cristão para mentir, pois a Bíblia nos desautoriza quanto a essa prática. Talvez a única contribuição deste dia para o cristão é nos fazer lembrar o que a Palavra de Deus fala sobre o assunto. O nosso compromisso é com a verdade. "O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e as deixa alcançará misericórdia". (Provérbios 2,13).


Fonte: MCS RCC SC

Compartilhe está Notícia
Indique a um amigo
 
 

Copyright © 2019 RCC Pernambuco. Todos os direitos reservados.